Svanen

O Svanen oferece um passeio pelo melhor da culinária escandinava, tendo como destaque o bufê montado nos jantares de Sexta e Sábado e nos almoços de Domingo.
A casa, com decoração simples, tem alguns quadros de representantes reais pendurados na parede.

Pepino:

Eu e a Batata fomos no tal bufê, o Smörgåsbord, que se revelou um verdadeiro banquete Viking.

No site encontramos uma cartilha do bom comensal que reproduziremos, sinteticamente, por ser de utilidade pública (ou não):
1. Faça a refeição em quatro a seis etapas.
2. Comece com o arenque, tradicionalmente acompanhados de batatas quentes. Depois, experimente uma fatia de queijo sueco com pão crocante, e um gole de aquavit seguido de uma cerveja gelada.
3. A seguir, prove o salmão defumado com um pouco de maionese de endro e o outro salmão defumado com limão espremido. A próxima etapa é uma variedade de saladas, pratos à base de ovos e frios sortidos.
4. Agora, escolha um dos pratos no réchaud – e não se esqueça de pôr o molho de lingon (uma fruta silvestre) nos charutinhos de repolho suecos.

Bom, segui apenas algumas dessas sugestões… e comecei com um frikadeller (almôndega mista de porco e boi), uma fatia de roastbeef com mostarda, patê de fígado, pernil e pão de centeio escuro com frutas secas. Estava tudo muito gostoso, sem exceção.

Na segunda rodada, experimentei e aprovei os diversos tipos de arenque, o haddock e o salmão, que pode ser defumado ou marinado.

Voltei à mesa e me esbaldei com os principais, vindos direto de Valhalla: Um belo porco assado à pururuca, salsichas pequenas fritas, ovos mexidos, arroz, batatas cozidas e repolho roxo agridoce.
Finalmente, na parte das sobremesas, encontravam-se disponíveis a torta de maçã dinamarquesa com farofa, o mousse de chocolate e algumas frutas da estação.

O local estava bem tranquilo no dia da visita, assim como o atendimento.
Eu gostei bastante da experiência, já a Batata não curtiu tanto assim. Pensando bem, os sabores eram meio “brutos“, e tendiam a agradar o paladar masculino com mais facilidade.

Preço:
Smörgåsbord R$ 68,00
Refri R$ 4,50
Água R$ 3,50

Vallet:
Acho que não tem

Local:
Rua Moraes de Barros, 1009 – Campo Belo

Site:
http://www.svanen.com.br

Anúncios

Tags:

7 Respostas to “Svanen”

  1. Fábio Says:

    eu tive a oportunidade de experimentar um smorgasboard lá em ny, no aquavit. Eles tinham exatamente a mesma cartilha “explicando” como tirar o máximo proveito da refeição!
    eu também gostei muito do smorgasboard, principalmente a variedade de herrings e salmões que o buffet apresentou no dia, além de uns clássicos comford foods escandinavos.
    acho que vou ao svanen para relembrar os bons tempos de ny!
    abs.

  2. Carol Says:

    Ahh, era esse restaurante escandinavo que eu queria ir, mas o preço é salgado e parece que tá faltando comida no 1o prato (e no 2o tb) hahaha, mas aí depois li e entendi.

    Bom, pelo jeito o que vale a pena mesmo a experiência, não um “opa, vamos no svanen hoje?” ahahha

    • batataepepino Says:

      P.
      Olá Carol, ah eu ia lotar o prato mas o Atendente me lembrou que o ideal é pegar aos pouquinhos mesmo, sem misturar carne com peixe!
      é esse mesmo o espírito, pela experiência!
      Abs!

  3. Marcelo Says:

    Muitos anos atrás, provavelmente antes de vcs nascerem, um alemão que tinha um camping em Penedo-RJ fazia o escandinavo smörgasbord às vezes para os turistas, foi a primeira vez que comi. Mais recentemente experimentei o do ‘Vikings’ em SP (no Hotel Maksoud se não me engano). Aqui em Brasília há um ótimo restaurante de um Chef dinamarquês, mas ele não se anima a fazer o smörgasbord, diz que é muito comum, pena…
    abs

  4. batataepepino Says:

    Hey Marcelo, a chef do Svanen é a mesma que servia no Vikings do Maksoud!
    Dá uma olhada:
    Vera Jacobsen

    • Foi responsável pelo famoso Restaurante Vikings, sediado dentro do excelente hotel cinco estrelas Maksoud Plaza, em São Paulo. Como Chef Partiê por oito anos, a Sra. Jacobsen preparou festivais e banquetes internacionais, servindo de seis a oito mil clientes por mês.
    • Com Osnir Gonçalves, restaurateur, por anos foi proprietária e gerente do Odin Imperial, um dos melhores restaurantes escandinavos em São Paulo, oferecendo um completo smörgåsbord, ou smørebrødsbord e catering para as principais empresas de diversos setores.
    • Morou na Dinamarca por 15 anos, onde administrava pousadas e pequenos hotéis, aprendendo o melhor da arte da cozinha escandinava.
    • É a responsável por toda a comida no recém-reformado Restaurante Svanen, localizado dentro do Clube Escandinavo à R. Morais de Barros, 1009 (Campo Belo, perto do Shopping Ibirapuera).
    http://www.svanen.com.br/veraport.html
    Abs!

  5. Marcelo Says:

    Legal, qdo. voltar a Sampa eventualmente visitarei o ‘Svanen’ ! abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: