Lista de Restaurantes da Liberdade

Elaboramos a seguinte lista, que tem o intuito de ajudar naqueles dias em que bate uma dúvida de onde comer na Liberdade.
Fiquem à vontade para opinar ou apontar omissões na caixa de comentários!
Batata e Pepino.

Aska
Pedimos sempre o Missô Tonkotsu Lamen (mais encorpado) com carne extra, o macarrão caseiro é excepcional. Se a fome permitir, peça uma porção de Gyoza. Quase sempre tem fila do lado de fora, por isso é recomendado chegar cedo. Ah, não aceitam cartões de nenhum tipo.
Localização: Rua Galvão Bueno, 466
Site: Acho que não tem
Classificação: Muito Bom

Ban
Serve bons pratos, alguns, porém, nem tanto. Para não errar, aposte nas carnes à milanesa. Em duas visitas, as peças de Sushi chegaram inconstantes.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 20
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Banri
Fomos uma vez só e não tivemos uma experiência memorável, mas faz muito tempo. Há relatos positivos de amigos que dizem que o rodízio tem um bom custo-benefício.
Localização: Rua Galvão Bueno, 160
Site: http://www.banri.com.br
Classificação: Regular

Bar Kintarô
Boteco com porções de sabor caseiro (berinjela, mexilhões, nirá, pernil, etc) que pedem um onigiri recheado (de umê ou missô) e uma boa cerveja. À noite tem pratos mais robustos e costuma lotar.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 57
Site: http://barkintaro.blogspot.com.br
Classificação: Muito Bom

Bueno
Ambientação japonesa híbrída, do tipo tradicional-moderno. Prefira o Okonomiyaki ou o Gyutan-Don ao Chanko-Nabe (que é o carro chefe da casa). Abre só à noite e costuma ficar bem cheio, é recomendado reservar antes. A porção de porco da entrada é imperdível, sério.
Localização: Rua Galvão Bueno, 458
Site: Acho que não tem
Classificação: Ótimo

Chi Fu
Melhorou o ambiente e o atendimento, no entanto os preços aumentaram um pouco. Serve pratos fartos, sendo alguns exóticos, da culinária chinesa.
Localização:  Praça Carlos Gomes, 168
Site: Acho que não tem
Classificação: Muito bom
Dicas dos nossos leitores:
“O Macarrão Frito deles é imbatível, além dos Camarões e Siris”.  (Taka Higuchi)

Chique
Localização: Rua da Glória, 715
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“Muiiito bom e barato!”. (Carol)

Deigo
Serve comida típica de Okinawa (província japonesa), com enfoque na carne de porco. Se tiver oportunidade, conheça o amarguíssimo Nigaori, que combina perfeitamente com uma porção de arroz branco. Só funciona à noite.
Localização: Praça Almeida Júnior, 25
Site: Acho que não tem
Classificação: Muito Bom

Ebis
Localização: Rua Galvão Bueno, 467
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“É bem simples (tanto no ambiente como na comida), mas tem preços bons. O Udon é bem gostoso e o Karê parece com o do Porque Sim”. (Cris)

Espaço Kazu
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 84
Site: http://www.kazusaopaulo.com.br
Classificação: Ainda não visitamos

Galvão Bueno
O forte é o churrasco coreano, com diversos tipos de carne (algumas exóticas) à vontade. O sabor é razoável. Ainda há opções de comida japonesa e chinesa. Recomendado para quem quer comer bastante a um preço fixo.
Localização: Rua Galvão Bueno, 451
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Go Go Curry – Kazu
Servem um Carê caprichado, daqueles densos e escuros, ideal para os dias frios. Na data da visita, entretanto, decepcionou a carne de porco à milanesa, magrinha. Você pode complementar o prato com ovo cozido ou queijo.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 84
Site: http://www.kazusaopaulo.com.br
Classificação: Bom

Gombe (fechou)
Deve ser a robataria mais antiga da Liberdade, pelo menos na aparência é. Alguns espetos se destacam, de fato, como o de língua de boi e o de shimeji com bacon. Atendimento devagar.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 22
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Hinodê
Tem opções de pratos executivos substanciosos, como o Sushi Tei – que vem com tempurá udon – e o Baratirashi, mas não empolga tanto. À noite tem pratos mais diversificados.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 62
Site: http://www.restaurantehinode.com.br
Classificação: Bom

Horumon
Localização: Rua da Glória, 111 – 2o andar
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“Especializado em Yakiniku”. (Taka Higuchi)

Issa Izakaya
Ambiente gostoso de boteco, com porções reconfortantes (okonomiyaki e takoyaki, por exemplo) e carta variada de bebidas japonesas, fermentadas e destiladas.
Localização: Rua Barão de Iguape, 89
Site: http://www.izakaya-issa.com
Classificação: Bom

Itidai
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 70
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos

Jardim Meio Hectare
Único representante chinês da Rua Thomaz Gonzaga. Oferece pratos diferentes que surpreendem os mais diversos paladares. Porções generosas.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 65
Site: Acho que não tem
Classificação: Muito bom

Jinroku
Um Restaurante bem japonês, tanto na ambientação quanto na essência. Sempre pedimos as milanesas e nunca nos arrependemos. O de porco (tonkatsu) vem gordo e alto, do jeito que gostamos.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 110
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Kabura
O clima japonês-roots impera no local. Pedida certa são os peixes assados (a exemplo da anchova), as frituras e as robatas. Se não tiver restrições, aventure-se na porção de língua de boi com molho missô. Quando a casa enche, os pedidos costumam demorar.
Localização: Rua Galvão Bueno, 346
Site: Acho que não tem
Classificação: Muito bom

Karêya
Não fui muito feliz na minha única visita. Achei Ok, porém nada de mais. A carne veio meio dura e passada.
Localização: Praça da Liberdade, 258
Site: Acho que não tem
Classificação: Regular

Katsuzen
Não se engane pela fachada simples, a casa serve pratos de milanesa bem gordos e fartos que fazem a visita valer, principalmente porque os preços são mais em conta do que a média.
Localização: Rua Barão de Iguape, 55
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Kidoairaku
Na nossa opinião, o melhor Restaurante da Liberdade. Nunca nos decepcionamos, ao contrário, cada visita nos surpreende mais e mais. Destaque para o Prego no Missô, para o Hambúrguer com toque de carne de porco e para o Teishoku de Camarão. Tem preços mais elevados que a média do bairro.
Localização: Rua São Joaquim, 394
Site: Acho que não tem
Classificação: Ótimo

Kin Lin
Localização: Rua Barão de Iguape, 93
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“Frango com Gengibre”. (Taka Higuchi)

Korea House
Serve comida coreana há décadas. Pedimos usualmente o Bulgogui (churrasco) que vem com vários (e bons) acompanhamentos. Ponto negativo para a fumaceira que fica no salão.
Localização: Rua Galvão Bueno, 43
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Lamen Kazu
Achamos que serve um Lamen melhor que o do Aska, mais temperado (principalmente com alho) e com mais complementos. O Hokkaido Missô é nosso favorito. Costuma ter fila de espera mesmo nos horários mais improváveis.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 51
Site: http://lamenkazu.com.br
Classificação: Muito bom

Massas Caseiras
Localização: Praça Carlos Gomes
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“Gyoza fantástico e bons Macarrões”. (Taka Higuchi)

Mugui
Localização: Rua da Glória, 111 – 1º andar
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“É bem caseiro, gosto muito do Lamen deles, só não dá para esperar atendimento primoroso”. (#vaigordinha)
“Gosto muito do Mugui pelo custo/benefício. Minha sugestão lá é o Curry Mugui, um curry-rice servido com macarrão de Yakisoba no lugar do gohan. Eu sempre peço meu macarrão frito”. (Hori)
“Ótimo custo/benefício, já experimentei o Lamen e as últimas duas vezes comi o Champon”. (Garça)
“Sempre peço o Sossusoba (sauce soba), que tem o macarrão bem frito crocante”. (Taka Higuchi)

Nandemoyá
Aqui você encontra (apenas no almoço) um bufê farto onde é possível garimpar algumas opções bem feitas, a exemplo da ova de tainha e do porco agridoce. Vale pelo preço, só não espere algo excepcional. A acústica do salão é ruim, tornando a refeição barulhenta.
Localização: Rua Américo de Campos, 9
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

New Mimatsu
Localização: Rua Galvão Bueno, 475
Site: http://www.newmimatsu.blogspot.com.br
Classificação: Ainda não visitamos

Okuyama
Tem variadas opções de Teishoku a preços módicos. Algumas visitas, no entanto, não empolgaram. Os pratos costumam demorar a chegar.
Localização: Rua da Glória, 553
Site: Acho que não tem
Classificação: Regular

Portal da Coréia
Tem uma decoração mais ajeitada que o de costume e os exautores ajudam a minimizar o problema com a fumaça. Dos tipos de carne, gostamos mais da costela, do pato e da barriga de porco. Os preços são bons.
Localização: Rua da Glória, 729
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Restaurante Sato
O ambiente é de lanchonete e serve comida brasileira, além da japonesa. Pedidas certas são a Feijoada servida às quartas e o Contrafilé no Missô com gostinho caseiro.
Localização: Rua Galvão Bueno, 268
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Porque Sim
Conhecemos fãs devotos deste Restaurante, que oferece pratos-executivos fartos e completos a um preço justo. Para os que se animam, há um karaokê no andar de cima.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 75
Site: http://www.karaokeboxporquesim.com.br
Classificação: Bom

Rong He
Aqui é a morada do “mágico” chinês que prepara as massas de fios finíssimos com as próprias mão. Nosso prato favorito é o Macarrão Apimentado com Frutos do Mar. As porções servem tranquilamente duas pessoas. Costuma lotar nos finais de semana.
Localização:  Rua da Glória, 622
Site: http://www.ronghe.com.br
Classificação: Muito bom
Dicas dos nossos leitores:
“Com enfoque diferente, Massas e Sopas”. (Taka Higuchi)

Sendai
O melhor do Restaurante são os Tirashis (fatias de peixe cru dispostas sobre arroz), em especial a versão kama. Também faz bons pratos quentes. Uma reforma nos salões seria bem-vinda.
Localização: Rua da Glória, 148
Site: http://www.restaurantesendai.com.br
Classificação: Bom
Dicas dos nossos leitores:
“Achei sensacional”. (Taka Higuchi)

Shimpachi
Localização: Rua São Joaquim, 482
Site: http://shimpachi.com.br
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“Ótimo Teishoku”. (Taka Higuchi)

Sweet Heart
Localização: Rua dos Estudantes, 78
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“Peça pelo 10A”. (Taka Higuchi)

Sukiyaki House
Localização: Rua da Glória, 111
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“O Sukiyaki é muito bom e se conseguir pegar uma das “salinhas” fica ainda melhor”. (#vaigordinha)

Sushi Isao
Um dos melhores rodízios de São Paulo. Adoramos os camarões empanados, as beringelas no missô e no shoyu e as ostras. Pena que derrapa na parte dos sushis (mesmo tendo bastante variedade), que vem com quantidade desproporcional de arroz.
Localização: Rua da Glória, 111 – 1º e 2º andares
Site: http://www.sushiisao.com.br
Classificação: Muito bom

Sushi Lika
Localização: Rua dos Estudantes, 152
Site: http://www.sushilika.com.br
Classificação: Ainda não visitamos

Sushi Yassu
É o nosso preferido da Rua Thomaz Gonzaga, servem sushis preparados com esmero e uma cabeça de peixe (normalmente Buri) primorosa. Abriu recentemente a “filial Paulista” que conta com o sistema bufê. Ambos tem preços elevados.
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 98
Site: http://sushiyassu.com.br
Classificação: Muito bom

Takô
Há uma boa quantidade de opções no cardápio, porém não tivémos lá muita sorte em nossas refeições. Fora isso, achamos os preços meio superestimados. Funciona até altas horas da noite.
Localização: Rua da Glória, 746
Site: http://www.tako.com.br
Classificação: Regular

Taizan
Chinês com pegada anos 80, mas ajeitado, da Liberdade. O Lombo de Porco Agridoce costuma agradar, assim como o Wantan Frito. Bom para ir em grupos e dividir os pratos. É mais caro que o normal.
Localização: Rua Galvão Bueno, 554
Site: http://www.restaurantetaizan.com.br
Classificação: Muito bom

Tenko
Mais uma boa opção de comida chinesa. Aqui, desencane do ambiente, pois ele é super simples. Pedimos sempre o Tchanpon, um tipo de lamen de frutos do mar, e porções de Gyoza. Os preços são justos.
Localização: Rua dos Estudantes, 144
Site: Acho que não tem
Classificação: Bom

Wan Wan
Localização: Rua Galvão Bueno, 555
Site: Acho que não tem
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“Um novo de Dim Sum, esse eu ainda não fui, mas falam muito bem dele!”. (Carol)

Yamaga
Localização: Rua Thomaz Gonzaga, 66
Site: http://www.yamaga.com.br
Classificação: Ainda não visitamos
Dicas dos nossos leitores:
“Tem um Champon muito gostoso”. (Taka Higuchi)

Tags:

30 Respostas to “Lista de Restaurantes da Liberdade”

  1. #vaigordinha (@vaigordenha) Says:

    Recomendo muito o Mugui e o Sukiyaki House. O primeiro é bem caseiro, gosto muito do lamen deles, só não dá para esperar atendimento primoroso. O outro é um pouco melhor, o sukiyaki é muito bom e se conseguir pegar uma das “salinhas” fica ainda melhor. Ambos tem um ótimo custo-benefício!

    (ainda preciso visitar vários restaurantes na liberdade, é muita coisa boa junta!)

    • Pepino Says:

      Não sei como ainda não visitamos esses lugares! Acho que a gente acaba sempre seduzido pelo rodízio do Issao! Adoro Sukiyaki, esse ainda vou esperar o tempo esfriar mais!
      A nossa lista de restaurantes agora tá no final, após muitos anos (isso que morei na Liba também).
      Abs!

  2. Hori Says:

    Gosto muito do Mugui pelo custo/beneficio. Minha sugestão lá é o Curry Mugui, um curry-rice servido com macarrão de Yakisoba no lugar do Gohan. Eu sempre peço meu macarrão frito.

    Ah! Faltou o Chi Fu!

  3. Taka Higuchi Says:

    Olá, aqui é o Taka do Kintaro.
    Primeiramente obrigado pelo “Muito Bom”!
    Gostaria de fazer algumas observações:

    1 – Não estamos mais fazendo oniguiri de salmão. Nossos recheios são ume e misso (com shiso).
    2 – O Gombe fechou em dezembro. No seu lugar abriu o Yuzu. Apesar de ainda não ter visitado, acredito que o atendimento ruim do antigo restaurante não existe mais.
    3 – Sugiro que vocês visitem o Shimpachi (rua São Joaquim, ao lado do espaço Haka, ótimo teishoku); Sweet Heart (no Beco dos Aflitos, peça pelo 10A), Massas Caseiras (praça Carlos Gomes, gyoza fantástico e bons macarrões); Kin Lin (rua Barão de Iguape, frango com gengibre) e Horumon (Food Center, especializado em yakiniku)
    4 – O Yamaga tem um champon muito gostoso (http://cadeorango.blogspot.com.br/search/label/Yamaga)

    Hasta La Vista!

  4. Pepino Says:

    Olá Taka! Seja sempre bem-vindo! Tb vou responder por tópicos!
    1- Perdão, já vou retificar! Mas tava pensando em missô quando escrevi salmão, ô cabeça!
    2- Passei faz umas 3 semanas na frente do Gombe e achei meio estranho, e tava sem a placa… vou fazer uma visita!
    3- Sugestões preciosas anotadas, logo mais coloco na lista! Eita, mas confesso que não conhecia esses (fora o Kin Lin).
    4- Mais um que prometemos visitar!
    Um grande abraço e obrigado!

  5. Garça Says:

    Aí sim hein!!!

    Ótima lista!!! Só achei estranho vocês não conhecerem o Mugui… Reforçando o que o Hori escreveu: ótimo custo/benefício.

    Já experimentei o Lamen e as últimas duas vezes comi o Champon…

  6. b Says:

    Que beleza essa listinha! 😀

    • batataepepino Says:

      Obrigad b! Esperamos ajudar! Afinal, quem não fica perdido com tanta variedade de restaurantes da Liberdade?
      Abs!

    • b Says:

      É verdade, é sempre bom variar nos restaurantes já que tem bastante opções gostosas!

      🙂

      é bom para mostrar para os gaijins que tem vida além do rodízio e comida muito melhor!

      abraços!

  7. Cris Says:

    Oi!
    Vejo o blog de vez em quando e me surpreendi com essa lista, nem parece que tem tantos restaurantes assim na Liberdade! (acho que é pq sempre vou nos mesmos).

    Dos que costumo frequentar, tem tbm o Ebis, que é bem simples (tanto no ambiente como na comida) mas tem preços bons. O udon é bem gostoso e o karê parece com o do Pq Sim (os donos são os mesmos, pelo que entendi). Não tem muita variedade de pratos.
    Fica ao lado do New Mimatsu, em frente ao Aska.

    Tem tbm um chinês na Galvão Bueno, perto do Taizan, o Dinastia Ritz, mas nunca fui lá, então não sei como é.

    Beijos e obrigada pelo post de utilidade pública! hehe

    • Pepino Says:

      Oi Cris! Pois é, faz anos que vamos na Liberdade e parece que nunca acaba a lista de restaurantes para conhecer! É verdade, esquecemos do Ebis, e esse Dinastia Ritz sempre que passo na frente vejo bastante gente, muitos chineses, o que é um bom indicativo da qualidade do lugar! Obrigado pelos apontamentos e também agradecemos! Já vamos acrescentá-los à lista!
      Bjos!

  8. takanooki Says:

    Eheheh recomendo o mugui também, pra quem não quer gastar muito. Sempre peço o Sossusoba (sauce soba), que tem o macarrao bem frito crocante. Quem não quer gastar muito também recomendo o ChiFu, o macarrao frito deles é imbativel, além dos camarões e siris. E o Ronghe, que é chines tambem, mas com enfoque diferente, massas e sopas. Os japas eu nao fui em muitos, ainda nao tenho muito dinheiro ehehehhe. Eu fui no Sendai e achei sensacional.

    • Pepino Says:

      Macarrão frito é novidade pra gente! Nem no Chi Fu pedimos, ainda. Da última vez foi o normal e já achei exepcional, agora o Ronghe já fomos muitas vezes e sempre saímos de lá satisfeitíssimos, seja com a refeição, seja com o custo. O pastel de nirá com camarão incita nossas lombrigas, mesmo um simples pão no vapor, sem recheio nem nada, já é bom demais! Obrigado pelas novas dicas e um grande abraço!

  9. Carol (@carolchang) Says:

    Adorei a listinha!
    Eu acrescentaria o restaurante Chique, um chines que fica ali do lado do rong he! muiiito bom e barato!
    e o wan wan, é um novo de dim sum, esse eu ainda não fui, mas falam mto bem dele!

    http://gordasafada.com.br

    • batataepepino Says:

      Oi Carol! Dada sua expertise em gordices, certamente iremos conhecer, embora seja preciso muita força de vontade para se desviar da rota do Rong He… nossa mas o lugar se chama “Chique”? =P
      Bjs!

  10. Camilla Says:

    Não sou muito fã de comida japonesa…. mas sempre que vou na Liberdade acabo comendo o fantástico Tempurá da feirinha mesmo!!!!!

  11. Nathalia Says:

    Adorei a lista, com certeza é um post muito bom para quem quer se aventurar pelo bairro!

  12. Miwa Says:

    Oi, gente! Adoro o blog de vcs, fazia tempo que não lia nada, (licença-maternidade) agora estou matando as saudades e me atualizando! Parabéns, td mto bem escrito, fotinhos dez!

    Só uma OBS. o Chifu está com o endereço do Rong He.

    Abs!

    • Pepino Says:

      Olá Miwa! Agradecemos os elogios e esperamos que continue acompanhando nossas aventuras! Temos comido bastante ultimamente! Ah, e já vamos corrigir o endereço, um grande abraço!
      Peps

  13. Amelia (@amelia_net) Says:

    Olá!
    Parabéns pelo blog (leio sempre) e pelo post, de grande utilidade pois adoro explorar novos horizontes gastronômicos. Apesar de ser descendentes de japoneses, não conheço muitos restaurantes orientais pois comia bastante em casa mesmo ou na casa de parentes, preparados pelas tias e pela avó… essa lista vai me ajudar muito. Abraço!

    • Pepino Says:

      A ideia da lista surgiu quando notamos que muitos amigos e colegas perguntavam onde era legal comer na Liberdade, sendo que alguns queriam sempre conhecer lugares novos. Só durante a compilação é que tivemos a real dimensão da quantidade de restaurantes no bairro. Nós também temos que conhecer vários, fica o desafio!
      Abs!

  14. Carlos Says:

    Bela lista! Vocês conseguiram mapear a Liba muito bem! Ainda existem vários restaurantes que não conhecemos, mas estão em nossa lista. A Liba tem infinitas opções e por isso gostamos tanto de lá.

    Nem preciso falar do Mugui né? Acho que a maioria dos comentários já mencionou ele…rs…(a Denise sempre vai de Tempurá Udon e eu de Zaru Ten Soba).

    Já respondi seu e-mail. Esperamos ter ajudado 😉

    Abs

    • Pepino Says:

      É verdade, quanto mais você procura mais vê que tem muitos outros lugares para conhecer, nós, por exemplo, não conhecíamos o sweet heart ou o shimpachi, sendo que serão os próximos que iremos visitar. No Mugui preciso conhecer o curry-mugui!
      Ah, e ajudou muito! Tá muito corrido mas vai dar certo, obrigado!
      Abs
      Pepino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: