Mignon Chárika

Ainda na pegada de comidas oriundas da Europa Central, eu e a Batata nos propomos, nesse último Sábado, a conhecer o Restaurante Mignon Chárika, que tem como mote oferecer pratos e doces típicos da culinária húngara.
Discretamente localizado em plena Avenida São Gabriel, o local oferta umas poucas mesas de madeira, instaladas em um ambiente claro de paredes brancas e sem muitos adornos.

Pepino:

Tão logo sentamos, foi-nos servida uma cesta de pães com um patê de queijo e páprica. Depois, ainda parte integrante do almoço, veio à mesa uma salada de repolho, pimentão, pepino e alface para a Batata e outra de pepino com um toque de gengibre para mim (olha o canibalismo).
Dos itens constantes do cardápio, pedi o bom e velho Gulash de Vitela acompanhado de Nhoque Húngaro.
Aprovei a carne, servida com bastante tempero (puxada pro ácido) e sabor dos mais caseiros.  Fica mais equilibrada se regada com o molho branco opcional, feito com creme de leite e iogurte. Junto ao Nhoque (que lembra o spätzle alemão), o prato é um daqueles que conseguem me transpor para outro espaço e tempo.

A Batata escolheu a outra opção disponível do dia, a Carne à Caçadora com Bolinhos de Pão.
Nesse caso, apesar do molho, espesso, estar gostoso, achamos a Carne um tanto dura. O destaque ficou por conta dos Bolinhos, generosamente recheados com pedaços do todo poderoso bacon.

O serviço revelou-se rápido e agradável, atributos que tanto prezamos.
Como resultado da nossa visita, em nossa opinião, definimos a comida como franca e substanciosa (não espere requintes), os preços como justos e concluímos que a refeição atendeu às nossas expectativas. Observação: Levamos uns doces para casa e eles estavam excelentes.

Preços:
Gulash de Vitela com Nhoque Húngaro R$ 27,50
Carne à Caçadora com Bolinhos de Pão R$ 27,50
Refri R$ 3,00

Vallet:
Não tem

Local:
Avenida São Gabriel, 501 – Itaim

Site:
http://www.mignoncharika.com.br

Anúncios

Tags:

2 Respostas to “Mignon Chárika”

  1. Yumi Says:

    Esse restaurante não funciona de sábado à noite, né? Nem domingo? Acho que é por isso que eu nunca fui… Mas ainda estou em busca de um restaurante húngaro mais completo, “de verdade”.
    Mas agora estou com vontade de comer goulash com a massinha (acho que é galuska)… E agora?

    • ´P Says:

      Sábado só até o almoço! Deixando de lado a arquitetura despreocupada, achei o ambiente bem húngaro, sabia?! Foi até engraçado porque no dia da visita só eu e a Batata estávamos falando português no salão, ficamos comparando com a sensação similar que encontramos em alguns restaurantes japoneses “roots”. Da comida, ela se encaixa no perfil despretensioso. Simples e caseiro, nada extraordinário, porém. Mesmo assim acho que vale uma visitinha, Yumi!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: